Rolando No Romantic Girl:

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

Julia Quinn - The Two Dukes of Wyndham 01 - The Lost Duke of Wyndham

(Livro não disponível em português)

Título Traduzido: O Duque Perdido de Wyndham
Protagonistas: Jack Audley e Grace Eversleigh

The Two Dukes of Wyndham 01

Poderia o verdadeiro Duque de Wyndham, por favor, se colocar de pé?

Jack Audley era um ladrão de estrada. Um soldado. E ele sempre fora um malandro. O que ele não era, e nunca quisera ser, era um nobre do reino, responsável por uma antiga herança e pelo sustento de centenas de pessoas. Mas quando ele é reconhecido como o filho há muito perdido da Casa de Wyndham, sua vida despreocupada chega ao fim. E se o seu nascimento se provar ser legítimo, então ele se encontrará com o único título que nunca desejou: Duque de Wyndham.

Grace Eversleigh passara os últimos cinco anos trabalhando exaustivamente como a acompanhante da nobre viúva Duquesa de Wyndham. É um trabalho ingrato, com muita pouca quebra de rotina... até Jack Audley surgir em sua vida, todo cheio de sorrisos libertinos e charme jovial. Ele não é um homem que aceita um não como resposta, e quando ela está em seus braços, ela não é uma mulher que queira dizer não. Mas se ele for o verdadeiro duque, então ele será o único homem que ela nunca poderá ter...



Sobre o Livro

Jack Audley nascera na Irlanda e após um breve período no exército, cruzara o mar e se tornara... um ladrão de estrada. Apesar de se ver como uma espécie de Robin Hood, ele dedicava seus dias (ou melhor suas noites) assaltando as estradas rurais britânicas. Uma noite, ele e seus comparsas pararam uma carruagem. Dentro dela estava a moça mais interessante que já tivera o prazer de abordar. Mas lá também estava uma senhora que afirmava ser a mãe de seu falecido pai, o qual ele nunca conhecera. Ele realmente escolhera a carruagem errada para assaltar... ou seria a certa? 

Grace Eversleigh se tornara acompanhante da Duquesa de Wyndham após ter perdido os seus pais, cinco anos atrás. Ela era grata pela acolhida, mas não era segredo pra ninguém que a velha Duquesa era tudo, menos uma pessoa agradável. De qualquer forma, Grace fazia seu trabalho sem reclamar. Enquanto as duas voltavam de um baile, foram abordadas por ladrões de estrada. Seu líder era diferente de tudo o que se poderia esperar de um bandido. Educado, sorridente e com um incrível senso de humor, poderia muito bem estar numa reunião social.... se não fosse pela arma que ele apontava em sua direção. E, apesar da máscara que ele usava, Grace não conseguia tirar os olhos da bela boca que se deixava ver. Deixando de lado seus devaneios sem sentido, ela voltou sua atenção para a Duquesa, que parecia ter visto um fantasma. E no meio de toda aquela confusão, a velha senhora afirmara que aquele homem era seu neto, e ainda lhe dera seu endereço, pedindo-o que a procurasse. Ela só poderia ter enlouquecido!

Mesmo atordoado com o que ouvira, Jack não saiu de mãos vazias. Roubou um anel da mulher que afirmava ser sua avó.... e um beijo de sua bela acompanhante. Ele prometera a si mesmo que não iria se envolver nessa história, mas a curiosidade em descobrir mais sobre os pais que nunca conhecera o levou até o Castelo de Belgrave, morada de sua suposta avó. Ele esperava descobrir mais sobre o seu passado, mas nunca imaginou se deparar com a possibilidade de ser (ou não) o verdadeiro Duque de Wyndham. Mas o fato só poderia ser confirmado na Irlanda, um lugar para onde não desejava voltar devido à fantasmas em seu passado. Se seu nascimento fosse legítimo, ele teria não só o título que não desejava, mas também uma noiva que não amava. Contudo, independente do que fosse revelado, ele estava disposto a lutar por Grace e pelo futuro que poderiam ter juntos.


Sobre a Série "The Two Dukes of Wyndham"

 "Dois homens dizem ser o Duque de Alguma Coisa. Um deles deve estar errado."
Foi baseada nessa premissa que Julia Quinn escreveu a série The Two Dukes of Wyndham. Ela é composta por apenas dois livros. Na verdade, a história dos dois livros é a mesma. Elas são simultâneas, sendo que a primeira, "The Lost Duke of Wyndham", é contada dos pontos de vista de Jack e Grace, enquanto que "Mr. Cavendish, I Presume" é contada dos pontos de vista de Thomas e Amelia.

Nas palavras da autora, quando começou a desenvolver essas duas histórias, ficou claro que se ela não quisesse que a trama ou os personagens de um livro fossem dependentes do outro, precisaria escrever os dois simultaneamente. Muitas cenas ocorrem nos dois livros, mas de pontos de vista diferentes. 

Thomas Cavendish era o Duque de Wyndham, o único herdeiro de Augusta Elizabeth Candida Debenham Cavendish, a Duquesa de Wyndham (e sua avó). Quando ainda era uma criança seu pai assinou um acordo com o pai de Amelia Willoughby (na época, um bebê de apenas seis meses) onde Amelia seria a esposa do Duque de Wyndham.

Quando a velha Duquesa e Grace Eversleigh, sua acompanhante, foram assaltadas por Jack Audley, ela reconheceu os traços de seu falecido filho John naquele ladrão de estrada cheio de charme, o que significava que John poderia ou não ser o verdadeiro Duque de Wyndham.

Thomas Cavendish sempre achara conveniente ter uma "noiva prometida", mas a verdade é que nunca tinha prestado muita atenção em Amelia. Eles eram cordiais um com o outro, mas nada além disso. Até uma certa noite em que ele começou a perceber que sua noiva poderia ser bem mais do que apenas conveniente. Mas se Jack fosse mesmo o verdadeiro Duque de Wyndham, então Thomas não estaria destinado a ser o marido de Amelia, Jack o faria. Contudo, Jack só tinha olhos para a acompanhante de sua avó, a senhorita Grace Eversleigh, e não aceitaria tão facilmente a obrigação de casar com outra mulher. O que fazer, então?

Agora, todos eles devem partir, juntos, para a Irlanda atrás de respostas. E uma vez lá, o futuro de Thomas, Amelia, Jack e Grace estaria selado para sempre.


The Two Dukes of Wyndham

1- The Lost Duke of Wyndham - Jack Audley e Grace Eversleigh
2- Mr. Cavendish, I Presume - Thomas Cavendish e Amelia Willoughby



Minha Opinião Sobre o Livro

E quando ela estava lá, seus olhos brilhando para ele, seus demônios fugiam, um por um, até que ele era apenas um homem, de pé diante da mulher que amava. Naquele quarto, naquele momento, não importava que ele estivesse de volta à Irlanda, que houvessem tantas malditas razões para que devesse estar correndo em direção a porta e comprando uma passagem para o próximo navio, para qualquer lugar.
Naquele quarto, naquele momento, ela era o seu tudo.
(...)
"Mas eu te prometo isso", disse ele, arrebatando-a em seus braços, "você terá nossos bebês. Eu vou casar com você. Não importa quem eu sou, ou qual seja o meu nome, eu vou casar com você."

Capítulo 18 - Páginas 288 e 294

Como sabem, Histórico não é o meu estilo literário favorito, mas essa minha opinião NÃO se aplica aos livros da Julia Quinn. Eu adoro os livros dela, quase com tanta devoção quanto com os da Diana Palmer. Compro os livros das duas sem nem mesmo precisar olhar o resumo ou capa, hehe.

Eu estava doida pra começar essa leitura, cheia de expectativas. E não fiquei decepcionada. O livro é excelente, e sinceramente acho que ele merecia uma nota melhor do que a que tem no skoob. Vi comentários de que esse era o livro mais sério da Julia Quinn, portanto já fui lendo preparada para não dar tantas risadas como sempre acontece quando leio um livro dessa autora. Então podem imaginar a minha grata surpresa quando já no primeiro capítulo me peguei rindo com o Jack! Ele é a parte cômica da história. Ele tem tanto charme e tanta graça, que deixou a leitura super leve. Por isso não vi razão para considerar este um livro "sério". Mas claro, entendo que as pessoas que o leram e tiveram essa opinião já haviam lido outros livros da JQ, como a tão famosa série Bridgerton (que ainda não li). Então creio que tais opiniões foram baseadas comparadas a outros livros.  

Como já falei, Jack é encantador. É impossível não se apaixonar por ele. Grace devia ser canonizada, porque pra aturar aquela "velha morcega" (como os netos carinhosamente chamam a Duquesa) só sendo santa. Não que a nobre senhora seja uma vilã cruel... ela só é muito enjoada. Não faz a mínima questão de ser simpática ou agradável, e pensa que o mundo gira ao seu redor. Ainda bem que tem sempre alguém pra fazer frente a ela e conter (pelo menos alguns dos) seu caprichos mais absurdos.

Impossível também é não ficar curiosa a respeito da relação Thomas x Amelia. Cada vez que eles saíam de cena juntos eu me consolava pensando "vou saber o que aconteceu quando ler o livro deles", rs... Já comecei a ler o livro deles e de cara dá pra ver que Amelia não é tão passiva quanto aparenta ser... Adoro quando a mocinha deixa o mocinho poderoso-tdb-cheio-de-si com cara de tacho! Adoro quando elas dizem não quando um sim é dado como certo! Mas essa é uma outra história...

Jack é sempre muito carinhoso com Grace, e quando admite pra si mesmo que está apaixonado, fica ainda mais romântico. São tantas passagens lindas no livro que dá vontade de colocar todas aqui. Amei o livro, muito mais que recomendado!


E não deixem de conferir o site da autora e tenha acesso a mais informações sobre o livro, como curiosidades, imagens, marcador oficial do livro (que já imprimi pra mim), cena deletada, trilha sonora e leitura do 1º capítulo: 

http://juliaquinn.com/books/wyndham.php
*** Suelen Mattos ***
http://lh6.ggpht.com/_2WNpNdgUeb0/TUTUNd_cnxI/AAAAAAAAAyM/ce90pMbLYvc/separador.gif

8 comentários:

Menina Fafa disse...

Julia não decepciona nunca, né?
Também amei essa série, o Jack é ótimo msm!
Depois quero ver sua resenha pro livro do Thomas e da Amelia!
Ainda não li os Bridgerton tb, por pura falta de coragem. Pq sei que qd começar, não vou querer parar, e são mtos! hahahaha

=*

Aline Maziero disse...

Amo Julia Quinn, uma pena que aqui no Brasil tenham publicado tão poucos livros dela, e cortados ainda por cima. Mas acho que vou acabar comprando em inglês mesmo.

Bjo,
Aline
www.letrasdesonho.com.br

Suelen Mattos disse...

Fafa
Eu tenho os 3 primeiros livros dos Bridgerton, mas quero comprar os outros 5 pra poder ler em sequência, kkkkk Tb já ouvi falar do efeito viciante que eles causam, hehe!!!

Suelen Mattos disse...

Aline
Por isso é que eu resolvi comprar os livros da JQ em inglês. Fiquei chateada (pra dizer o mínimo) com os cortes. :l
Já tenho 6 em inglês, aos poucos vou comprando o resto!!! :s

Elis Culceag disse...

Suelen!
Eu adoro a Julia Quinn, quem me dera saber ler em inglês... se os ebooks traduzidos são maravilhosos, imaginem os originais!
Bjs... Elis.

ALEXIS disse...

Amo a JQ!!!!!!
Suelen fiquei aqui devaneando...:c

:g

Lu disse...

ei Suelen,
amei a resenha e já vou procurar ele para ler no feriado mais o segundo livro.
Adoro também os livros da Julia Quinn e tenho certeza que vou amar esse. ~~
beijos.

Suelen Mattos disse...

Ai, meninas, JQ é um arraso!!!! Tô aki me deliciando com o segundo livro, hehe!!!! :s

:g

Postar um comentário

E aí, o que acharam??? Comentem!!! Adoro ler as opiniões de vocês!!!!

:a   :b   :c   :d   :e   :f   :g   :h   :i   :j   :k   :l   :m   :n   :o   :p   :q   :r   :s   :t   :u

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

♥ Selinhos!!!

Loading...

Arquivos Romantic Girl

Postagens Populares

 


Suelen Mattos Romantic Girl. Designed by: Shop Like a Woman of Womens Fashion Style | Supplied by Wordpress Themes Preview | Wu Yi Tea , TNB, Distributed by Deluxe Templates